Orientações Sobre Alguns Cuidados Com As Crianças

A Secretaria de Educação fornece importantes orientações sobre alguns cuidados com as crianças.

Vale a pena conferi-las!

Hidratação:

  • As crianças têm maior necessidade de beber água que o adulto, uma vez que têm maior percentual de água corporal. Portanto, devemos sempre oferecer água para elas. Devemos também criar recursos para que as maiores se sirvam com autonomia, incentivando-as sempre, pois no meio das brincadeiras, dificilmente elas se lembram de parar para beber água.

Trocas:

  • Uma atitude que demonstra o nosso respeito pela criança é sempre pedirmos licença para tocarmos o seu corpo, explicando o objetivo de cada gesto.
  • Higienizar as partes íntimas das crianças da frente para trás com algodão umedecido em água e, quando houver necessidade, lavá-las com sabão.

Sono:

  • O sono é indispensável para o desenvolvimento das crianças. Porém a sua necessidade muda de criança para criança e de acordo com a idade delas. O sono da tarde tem características próprias, portanto não devemos recriar um ambiente noturno, completamente escuro e totalmente silencioso. A criança precisa conviver com os barulhos naturais do ambiente. Sugere-se apenas quebrar a luminosidade e diminuir o ritmo do local onde a criança está para que se sinta convida a descansar, a relaxar.

Higiene Oral:

  • A saúde oral exige uma rotina continuada iniciada mesmo antes do aparecimento do primeiro dentinho do bebê.
  • Orientações relevantes como a forma de lavar os dentes da criança, encontram-se descritas em ‘ABC da Higiene Oral Infantil’ da ‘Mãe Me Quer’:
  • Lavar a superfície externa dos dentes de cima e de baixo, com a escova inclinada, em movimentos rotativos;
  • Escovar a superfície interna dos dentes de cima para baixo, com a escova inclinada, em movimentos rotativos;
  • Com a escova na vertical, escovar a superfície interna dos dentes da frente, de baixo para cima;
  • Escovar as faces dos dentes que mastigam com movimentos para trás e para a frente;
  • Lavar a língua.

FONTE:

ABC da higiene oral infantil




Leave a reply